Como a democracia Brasileira nutre a Ditadura na Venezuela

A atual crise na Venezuela se intensificou nos ultimo 4 meses, quando a população já cansada do autoritarismo, e da falta do mínimo para a subsistência resolveu ir a ruas na tentativa derrubar o regime ditatorial de Nicolas Maduro e mudar o rumo do país, esse levante popular até aqui já resultou na morte de mais de 100 civis.

Com a intensificação da crise humanitária na Venezuela, lideres de vários países se posicionaram contra o governo madurenho e principalmente contra as recentes manobras políticas orquestradas por Nicolas Maduro que instituiu uma nova constituinte no pais. A instalação da nova constituinte foi mal recebida pela comunidade internacional o que resultou em mais sanções a Venezuela por parte dos EUA e até mesmo países da America latina resolveram sair da inercia e também impuseram sanções a Venezuela expulsando o pais do Mercosul por quebra de clausula democrática.

Fato do Brasil ter sido favorável a punição política nesse processo de exclusão da Venezuela do Mercosul não retira a culpa do pais nesse caos, pois o Brasil contribuiu e continua contribuindo para essa crise. Vou explica tudo respondendo duas perguntas bem simples.

Como o Brasil contribuiu para isso?

O Brasil investiu mais de 1 bilhão em obras na Venezuela a partir de 2009, esses investimentos foram medidas populistas que tinham um único objetivo que era fomentar um governo de esquerda e fortalecer o bolivarianismo na América Latina (note que a “grande crise financeira” do Brasil estava no auge). Essas obras impulsionaram a utopia socialista no pais fortalecendo assim o governo da época, o regime chavista, afinal de contas, é ou não é importante ter no governo alguém com envergadura politica que possua boas articulações no exterior? Na ocasião da liberação dessa grana para a Venezuela o presidente do Brasil era Lula. Não é novidade pra ninguém que os partidos de Lula e Chávez/Maduro (PT e PSUV) possuem uma aliança e comungam um ideal para a America latina. (Para maior compreensão leia este excelente artigo do Felipe Moura Brasil: O que é o Foro de São Paulo)

Como o Brasil ainda continua a fomentar o regime ditatorial?

Há no Brasil partidos políticos que são subsidiados com dinheiro público, partidos estes, que mesmo com o massacre de civis em curso, não se solidarizam com essa população sofrida, sim com o governo ditatorial, o que é inadmissível numa democracia. Entre estes partidos os que mais se destacaram na defesa do indefensável foram o PT o PC do B e o PSOL que se pronunciaram solidarizando-se ao regime Venezuelano, nada de estranho pra quem conhece os reais objetivos da esquerda na America latina através do Foro de São Paulo.

Que possamos aprender com o exemplo atual da Venezuela e também com exemplos do passado como da Ucrânia de 1933, o ponto comum entre essas historias não eram governantes que foram dominados pelo ambição e corrompidos pelo poder, o ponto de contato entre esses cenários históricos é o sistema politico-econômico fadado ao fracasso: o socialismo.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com