‘Cem anos de solidão’ é tema de exposição no Rio

“Meio Século de Solidão” foi montada na Fábrica Bhering, em Santo Cristo.

Uma das obras-primas da literatura mundial, “Cem anos de solidão”, de Gabriel García Márquez, inspira uma exposição, aberta neste fim de semana, no Rio de Janeiro. Intitulada “Meio Século de Solidão”, a mostra foi montada na Fábrica Bhering, em Santo Cristo, na zona portuária do Rio de Janeiro.

Em exibição, edições raras do livro,  o contrato para a publicação brasileira assinado pelo escritor e pelo fundador do Grupo Editorial Record, Alfredo Machado,  e uma linha do tempo sobre a história do romance, publicado em 1967 pelo Nobel de literatura (1982).

+ Biógrafa: Jorge Amado subvertia espaço reservado à elite na literatura

No Brasil, “Cem anos de solidão” foi editado um anos depois, pela editora Sabiá.Com a incorporação da Sabiá pelo selo José Olympio, do Grupo Editorial Record, o romance foi reeditado em 1977. Desde então, o livro já vendeu mais de 500 mil exemplares.

noticiasaominuto.com.br

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com